10 países africanos com as mulheres mais bonitas do mundo

Gana
Na sua géneses, as ganesas são tidas como mulheres de respeito, boas ouvintes e pouco materialistas.

Tanzânia
Na Tanzânia, as mulheres são afamadas pela sua beleza e não só. As habilidades nas lides da casa e na cama parecem ser acima da média.

Quénia
Além de bonitas as quenianas são conhecidas por serem românticas, independentes e trabalhadoras. Por norma, são altas e com um tom de pele esplêndido, o Quénia não podia ficar de fora desta lista. Só há um senão, tal como em Angola, o materialismo está no ADN.

Nigéria
Na Nigéria as mulheres são conhecidas pela sua alta taxa de fertilidade. Entre 1970 e 2011 Nigéria disparou em população, tornando-se a nação mais populosa da África.

África do Sul
África do Sul é a casa mãe de algumas das mulheres mais bonitas do planeta. Brancas ou negras, as beldades sul-africanas conseguem parar qualquer trânsito.

Moçambique

Claro! não podes falar das mulheres mais bonitas sem falar das Moçambicanas, Traços faciais raros e exóticos e corpos “suculentos”, das curvas perfeitas. não ha melhor descrição, só vendo.

Cabo Verde
“Filhas do mar” é um pequeno país formado por dez pequenas ilhas, mas possuidor das mais belas mulheres de África. A pele cor de mel, os longos cabelos e os olhos claros são alguns dos aspectos que sobressaem nas caboverdianas.

Etiópia
Dizem que a sua beleza provém da mistura do antigo povo iemenita com o etíope. Independentemente da proveniência, elas são lindas.

Somália
As somalis têm uma beleza extraordinária e incomparável. Note-se por exemplo pelo andar inconfundível da top model Iman, que se tornou num ícone de beleza para várias marcas de renome internacional e em várias passarelas do mundo.

Ruanda
Todas as mulheres, independentemente das suas origens têm a sua beleza característica, mas ruandesas únicas. Os lábio carnudos e as ancas sublimemente delineadas são os aspectos que saltam à vista. Além do físico, as ruandesas destacam-se pela perseverança. São conhecidas por não deixarem a pobreza ser factor de decisão imperativo nas suas vidas. Sabem o que querem e lutam para o terem.